sábado, 9 de fevereiro de 2013

HAIBUNS




O homem chega na manhã. Os olhos parecem sorrir atrás 

dos óculos. A gola da camisa presa no botão, longos braços

nas mangas de listras. A voz miúda traz o pedido 

inesperado: Posso visitar a roseira que foi de minha avó ?

Fico sabendo que os avós dele foram antigos moradores de

minha casa. A história da velha roseira me comove.


Vai-se o visitante -

uma rosa vermelha

nas mãos enrugadas



Poeta-haicaísta






Praticado por Matsuo Bashô e pouco conhecido no Brasil, o 

HAIBUN é um texto curto em prosa escrita de forma 

simples, direta e concisa. Vem de HAI- de haicai e BUN-

de escritas, sentenças ou composições.

A prosa que antecede o haicai geralmente se refere a uma 

experiência vivida pelo autor. 





Inspirada pela história da Velha Roseira do mestre José 

Marins, fiz este haibun da rolinha, cuja cena também vivi.





Uma rolinha constroi um ninho no meu pé de pitanga. 

Vejo-a num vai e vem com um raminho seco no bico.

Penduro alguns fios de estopa nos galhos próximos. 

Ela trança ora com fiapos, ora com gravetos sob a vigília

do seu companheiro que saltita aqui e ali. Em poucas horas

o ninho está terminado. Antes do pôr do sol ela desfaz o

ninho e o transfere para outro lugar.


Arrulhos ao longe.

Farfalhar de folhas

ecoa no vazio


ELISA CAMPOS




Espero que gostem.

Um Feliz Carnaval a todos.

55 comentários:

  1. Não tem como não gostar de tudo que fazes,Elisa! Lindos todos! beijo,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. São lindos Elisa! Com cenas inspiradoras...

    Um excelente feriado de carnaval p/ vc!

    Bjossssss

    ResponderExcluir
  3. já gostei... felicitações pela bela exposição bju de feliz carnaval

    ResponderExcluir
  4. Elisa, querida!
    Retorno com toda calma, estou numa gripe há mais de semana que me impede a concentração, e quero sentir com calma esta postagem linda!
    Beijos e ótimo feriadão!

    ResponderExcluir
  5. Ah, que lindo!!! Adoro suas imagens, adoro seus textos, seus hacais...

    Beijos =)

    ResponderExcluir
  6. Elisa, querida!
    retornei...
    Sim, a gripe já está quase acabando. Quero muito te agradecer pelos comentários, melhores que meus textos, com certeza!

    Haibun! Nossa! Quanto estilos diferentes e que permitem uma série de desafios. Falando da primeira prosa e haibun: remeteu-me de imediato "as rosas não falam" do Cartola! Há lago ali de sentimentos, memórias e as rosas como personagem primeira.

    Beijos e ótimo carnaval!

    ResponderExcluir
  7. Ah! Antes que eu me esqueça, adotei outro filho-gato, agora um bebê de 3 meses igualzinho ao meu Lito, (amarelo e branco), parece uma cópia em tamanho reduzido. Foi encontrado em pleno temporal dentro de uma caixa... o colocaram no meio de uma rua movimentada, Elisa...
    Hoje houve um temporal aqui de tarde, ele miava sem parar, mesmo eu o pegando no colo, falando que estava protegido e que nada de ruim ia mais acontecer... E ainda dizem que os bichinhos não têm memória nem sentimentos...
    O nome dele é Quindim! Para que tenha um futuro doce, muito diferente do passado amargo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. I like your photo of the red roses, haiku poem, and its background story.

    Greetings from Japan
    Yoko

    ResponderExcluir
  9. Oi Elisa,

    eu não sabia o que ra um Haibun. Legal! Será que o que eu fiz no Palavras então é um Haibun? Se não for pedir demais, quando você puder, pode passar no Palavras para ler o meu post? Chama-se Incomum e pelo que você mostrou aqui, acho que, sem saber eu fiz um Haibun...

    Bjs para você e ótimos dias de carnaval!!!

    Leila

    ResponderExcluir
  10. Que beleza de informação! Quantos estilos tenho conhecido por aqui! O Haibun encanta. Uma prosa sintética, clara, objetiva, finalizada com versos. Amei, minha gentil amiga! Obrigada! Bjs.

    ResponderExcluir

  11. Oi Elisa,

    Mais um belo e interessante aprendizado por aqui. Quantas variantes há na prosa e verso. Incrível!
    Tudo lindo! Adorei!

    Aproveite bem os feriados carnavalescos.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Amiga Elisa, fico maravilhada com estes poemas pela sua simplicidade e intensidade.
    Fui aos links que nos indica e pensei como é possível transmitir tanto em tão poucas palavras.
    Sempre gostei de poemas curtos, porque as palavras perdem-se tantas vezes na busca exaustiva e na complexidade.

    Feliz Carnaval também para si e para os seus.

    beijinho

    ResponderExcluir
  13. Seu espaço está cada vez mais maravilhoso! adoro vir-te visitar, maravilhosas as imagens, e tanto que vou aprendendo!
    Muito obrigada pelas excelentes partilhas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. OI ELISA!
    SEMPRE APRENDENDO ALGO NOVO QUANDO SE VEM AQUI.
    EU GOSTEI MUITO DO TEXTO, SÓ FIQUEI TRISTE PELA ROLINHA TER LEVADO O NINHO PARA OUTRO LUGAR.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, grande amiga Elisa!
    Fico sempre regozijante quando me deparo com gênero poético cujo conhecimento não tenho.
    Haibun é muito interessante tanto na forma quanto ao conteúdo e, digamos,é primo ou irmão do haicai, aliás, é um haicai prosaico. Gostei muito do haibun.
    É admirável, também como tu és sempre excepcional epígona desses gêneros pitorescos, sintéticos e delicados, como o haicai, o mindin, o haibun e outros tantos.

    Vou até tentar este:

    De um maracujá colhido à beira do caminho,
    uma semente caiu no meu quintal.
    Tempos depois, germinada, cresceu um pé de maracujá, que revestiu e pintou meu muro de verde vivo.
    Agora, todas minhas manhãs estão alegres com suas flores deslumbrantes e cheirosas.

    Mesmo em terra chã,
    A flor do maracujá
    Alegra a manhã.

    Parabéns pela postagem magnífica!

    Abraços do amigo de sempre.

    ResponderExcluir
  16. Oi, querida Elisa!

    Tudo bem? Seu Carnaval?
    Obrigada por sua visita e comentário em meu blog.

    Adoro as suas explicações, explicações de quem sabe, e muito dessas formas literárias.

    A história daquela velha roseira, me comoveu, tal como a da rolinha, que fez, num abrir e fechar de olhos, o ninho, lá no seu pé de pitanga.
    Amei a foto, que, provovalmente, você mesma fez.

    Um excelente dia pra você.
    Beijos da Luz, com carinho.

    ResponderExcluir
  17. Oi Elisa
    Bom aprender coisinhas novas vindo aqui, parabéns sempre Elisa.
    A foto do ninho é poética demais , está lindíssima! o ninho uma perfeição- pensar quem fez é mais interessante ainda! rs
    ... e a nostalgia das casas que já moramos é um sentimento recorrente,e ao mesmo tempo adorável.
    Grande abraço ,obrigada pela atenção e delicadeza ,
    sempre sua admiradora

    ResponderExcluir
  18. Elisa,muito lindo seu conto poético da rolinha!Eu não conhecia esse genero literário e achei muito bonito!bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  19. Bardzo lubię podladać jak ptaki budują gniazda. Pozdrawiam.
    Eu gosto de ver os pássaros constroem seus ninhos. Seu.

    ResponderExcluir
  20. Quanta delicadeza no seu conto, Elisa
    Lindo!!!
    Um beijinho carinhoso de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  21. Vc sempre trazendo belezas por aqui, Elisa.Uma delicadeza este conjunto chamado HaiBun.Adorei!Um dia vou tentar criar uma combinação linda como a tua.
    Bjos canoros p/vc.
    Calu

    ResponderExcluir
  22. Elisa... vi teu comentário no blog da amiga LUZ...
    Brinquei com seu comentário...
    Fiz alguns hai-kais no meu blog...
    Não peço visitas...acho pedante!

    ResponderExcluir
  23. Obrigada...
    Um destes dias perguntei se o limoeiro que estava na casa dos meus tios ainda seria vivo...
    Talvez vá bater à porta e pedir para visitar a casa antiga dos meus tios...
    Levo-lhes o teu Haikai

    Beijinho

    ResponderExcluir
  24. Gostei demais dessa prosa antes do haicai!
    Viajei nos haibuns... estou aprendendo com você Elisa!!
    Histórias singelas que tocam o nosso coração. A maneira como descreveu a Rolinha construindo seu ninho foi de uma beleza sem igual. Eu vi a cena!! :) Beijus,

    ResponderExcluir
  25. Olá Elisa querida e maravilhosa!

    Muito lindo seus Haicais, e os HaiBuns , então? MA RA VI LHAAA!

    Um dia ainda hei de escrever alguns...E, claro, será aqui no seu espaço iluminado que virei aprender como é que faz...Rsss

    Lindo final de tarde, querida!

    Bjos da Lu...

    ResponderExcluir
  26. Parabéns pelos seu Haicais..só vim conhecer aqui. Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
  27. Muito legal Elisa, eu ainda não tentei nem o Haicai, fico mais nos Sonetos, Acrósticos, Indrisos e versos livres, mas acho muito legal outras formas também, ficaram ótimos!
    Bom fim de semana pra ti, beijos

    ResponderExcluir
  28. Oi Elisa,

    Tudo bem? Lindo o Haicai! Gosto das relações da natureza e da contextualização de vida que você permite nos seus textos. Não tenho essa inspiração e quando venho aqui, pego-me sonhando com os textos.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  29. Visitar o seu blog sempre é um imenso prazer, Elisa
    Sempre aprendo um pouco quando passo por aqui
    Um lindo final de semana para tí, Elisa
    Beijinhos com carinho de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  30. Oi minha amiga!! Ainda estou com problemas na minha internet e por isso estou vindo pouco. Deixo um forte abraço. Estou com postagens programadas e assim que normalizar voltarei mais vezes.

    ResponderExcluir
  31. ♪♫º♫♫º
    Olá, amiga!

    São poéticos e líricos.
    Sempre inspirados em uma história comovente.

    ღ°Bom fim de semana! ♪♫º
    ♪♫♫º Beijinhos.
    ♪♫º Brasil.♪♫♫º
    ♫♪•.

    ResponderExcluir
  32. Vim aqui em busca de novos posts....
    Relendo os poemas, vejo-os hoje de outra forma.... mais doces, mais profundos.
    Acho que esse é o grande talento dos poetas... o tempo passa e os poemas vão renovando os nossos olhares, nossos sentimentos, nossas vidas....
    Poesia é isso.... reinventar-nos a cada novo olhar.
    Peço vênia para um Abraço!

    ResponderExcluir
  33. Oi amiga!

    Retribuindo a visita e deixando aqui o meu carinho e meu abraço! Sempre que aqui venho aprendo um pouco mais, agradecida! Desejo a você um lindo final de semana.
    beijos!!!!!

    ResponderExcluir
  34. BOA NOITE FILHA AMADA !
    SINTO SAUDADES DE TE VER MAIS VEZES !!!!!
    POR ONDE ANDAS ?
    AQUI SEMPRE FICO A ADMIRAR SUA INTELIGÊNCIA NOS HAIKAIS,POIS CRIAS COMO NINGUÉM...
    BJSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  35. Olá Elisa,
    História bacana, gostei muito.
    Adoro seus haikais
    Depois de um tempinho ausente do blog estou de volta. Obrigada pela presença enquanto estive ausente.
    Deixo um grande abraço!
    Ótima semana!


    Refletindo com a Smareis---Clique Aqui----

    ResponderExcluir
  36. Olá, Elisa.
    O haibun é mais uma forma de se criar poesia que eu desconhecia.
    É interessante como uma simples cena ou imagem pode ser resumida em palavras, para aqueles que possuem esse dom
    Aqui no sul a rolinha é conhecida como pomba-rola.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  37. Bom vir aqui e encontrar as suas novidades. Eu não conhecia o Haibun. Gosto dessa simplicidade.
    Ficou muito bom o seu Haibun.

    Beijos e uma feliz semana.

    ResponderExcluir
  38. Aquele ninho na arvore me dá uma saudade do mato.

    Bj

    ResponderExcluir
  39. Estar aqui no seu blog é um prazer para mim,
    pois nem sempre esta fácil para mim conseguir fazer adequadamente as visitas.
    Desejo uma linda lindo beijos no coração,Evanir.

    ResponderExcluir
  40. Oi amiga!

    Passando para deixar um abraço!

    ResponderExcluir
  41. Eu sou teu fã. Não tenho como negar. Chego aqui e me delicio com tantos textos maravilhosos que escreves.Maravilha!
    Abração.

    ResponderExcluir
  42. OI ELISA!
    COMO JÁ COMENTEI, RELI, E TE DEIXO MEU ABRAÇO E DESEJOS DE UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

    ResponderExcluir
  43. Olá, querida amiga Elisa!

    Tudo bem?
    Sei que já comentei esse seu post, mas quero lhe desejar um bom fim de semana e uma excelente semana, com seus gatinhos e haicais.

    Beijos da Luz.

    Afetos e Cumplicidades- novo poema. Obrigada!

    ResponderExcluir
  44. Boa noite, Elisa. Sempre quando eu venho aqui acabo aprendendo algo mais. Adorei. Achei muito interessante haver prosa inicial, deixa tudo muito melhor e completo.
    Tenha um fim de semana de paz!
    Beijos na alma e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  45. Meu Anjo..
    sempre que eu puder estarei juntinho de você.
    Eu sei sou uma Indomável Sonhadora além de amar ser blogueira,
    e acima de tudo o carinho que tenho
    por você é infinito.
    Hoje estou passando em todos os blogs que eu conseguir passar
    sinto saudades de cada amiga(o) por isso estou fazendo o melhor que posso fazer.
    Com o meu coração pesado de tristeza e angústia,
    por não conseguir fazer tudo quanto gostaria .
    Mesmo assim agradeço ao grande Pai Maior
    ainda que do jeito mais humildade consegui vir até
    seu blog para desejar um abençoado final de semana.
    Um feliz Domingo.
    Beijos paz e luz,,Evanir.



    ResponderExcluir
  46. Vim dar bom feliz dia de domingo
    à poetisa ...

    saudade!

    beijo

    margoh

    ResponderExcluir
  47. Oi Elisa
    Vim desejar uma semana bem feliz e deixo um abraço ,
    saudade da sua Arte !
    beijinho também.

    ResponderExcluir
  48. A natureza gira suas pétalas numa sincrônica de ouro, com razão de ouro, e canta aos nossos olhos algumas de suas canções misticas! abraços

    ResponderExcluir
  49. a natureza versa em suas mãos toda a beleza possível! amo essa leveza, esse encanto simples que aqui canta flor, sol, pássaro...beijos e obrigada pelo carinho lá nos meus rabiscos

    ResponderExcluir
  50. Elisa T. Camposさん、こんにちわ。
    いつも応援してくれてありがとう。
    あなたの訪問に感謝します。

    ResponderExcluir
  51. Haicais Guilherminos, aqueles que fizeste muito bem arriscar minha estimada e querida amiga sempre presente, porque desta forma e jeito, uma vez mais tanto nos dás.
    Aqui desde que abre a página com os ipês amarelos que me deslumbram, e depois viajando pela tua obra, passo momentos de grande relaxe e me identifico. Aqui se está muito bem na tua companhia e no mundo para onde nos transportas. Obg, beijos, kandandos e minha admiração.

    ResponderExcluir